O Ouro está perto do seu Recorde- com a Maioria das Moedas

0 12

Geralmente medimos o preço do ouro em US$ por onça. E, graças a essa escala, nós sabemos que o ouro está muito abaixo dos seus valores máximos atingidos em 2011, quando este atingiu os 1.914 US$. Em termos do dólar americano, o ouro está agora a formar um fundo. No entanto, o que passou despercebido para a maioria dos ocidentais é que, em muitas outras moedas, o ouro está a mover-se para novos máximos históricos.

Em dólares americanos, o preço do ouro foi suprimido há já algum tempo. O gráfico a longo prazo, que pode ser visto embaixo, descreve o mercado em alta do ouro entre 2000 a 2012 e a sua queda subsequente. Desde meados de 2016, o preço do ouro tem sido estado numa verdadeira montanha-russa, com altos e baixos, amplamente limitados a um padrão lateral.

Muitos comentadores e especialistas, incluindo Dimitri Speck, durante a sua entrevista na conferência “O Futuro do Ouro”, em março deste ano, consideram que se está a formar uma perfeita tempestade para o valor do ouro. Em contrapartida, muitos investidores, no hemisfério ocidental, estão decepcionados com o desenvolvimento dos seus preços.

O gráfico a seguir, que inclui um grande período de tempo, mostra o mercado altista deste metal precioso de 2000 a 2012 e sua posterior queda a partir daquele ano.

 

É claro que tudo é uma questão de perspectiva: enquanto o ouro está a ser evitado por muitos investidores ocidentais, este está com alta demanda em outros lugares. Na Índia, por exemplo, o ouro é comprado a níveis recordes, com barras de ouro para investimento, mas também, de forma muito significativa, na forma de jóias e moedas.

Isso tem muito a ver com as moedas. O dólar americano está numa fase forte do seu ciclo, nos últimos anos. No entanto, os investidores em países com moedas enfraquecidas não estão a pensar em dólares. Estes pensam nas suas moedas domésticas.

Os gráficos a seguir mostram por que estes países ainda aforam o ouro e têm protegido a sua riqueza com este. Nessas moedas, o ouro reteve o seu valor, enquanto o dinheiro fiduciário continua a perder valor.

Preço do ouro desde 2010, expresso com base na rupia indiana.
Preço do Ouro, em Reais Brasileiros, desde 2010
Preço do Ouro, em Kronas Suecas, desde 2010

 

No grande esquema das coisas, o dólar americano pode ser visto como uma exceção. A questão é se – ou por quanto tempo – o dólar dos EUA permanecerá na sua atual fase tão forte. Afinal, a longo prazo, o dólar tem se desvalorizado continuamente em relação às moedas internacionais, como o franco suíço, ou contra o ouro.

Muitos fatores, sobretudo o aumento de outras moedas internacionais, como o Yuan chinês, bem como o nível exorbitante e crescente de endividamento na América, apontam para uma visão cautelosa sobre a força do dólar. Na nossa opinião, o tempo pode ter chegado p pensar um pouco mais como um índio.

Comentários
WhatsApp chat