O que a licença EMI proporciona e a quem pode ser útil?

0 19

Nesta era de realidade virtual, quando tudo pode ser feito de forma eletrônica e remota, cada vez mais empresas deixam de ser competitivas com o passar do tempo. Os usuários sempre vão escolher a opção mais conveniente e simples.

Com a chegada dos serviços online oferecidos por muitos bancos e instituições similares, o número de usuários de dinheiro eletrônico tem aumentado. Os pagamentos eletrônicos se tornaram fundamentais em nossa vida diária. Todos nós conhecemos o sucesso e a popularidade de serviços como Webmoney, N26, Revolut, Paysera, Leupay, etc. O elemento mais importante para ter acesso a esta indústria é a Licença de Emissor Eletrônico, que concede ao seu titular o direito de se tornar um participante de pleno direito no mercado.

Além de emitir sua própria moeda eletrônica, o emissor de dinheiro eletrônico pode oferecer serviços de pagamento com dinheiro eletrônico, abrir contas para clientes e produzir cartões de pagamento.

 

Com o advento dos serviços online de muitos bancos e entidades similares, o número de usuários de dinheiro eletrônico aumentou. Os pagamentos eletrônicos tornaram-se parte fundamental de nossa vida diária.

Uma licença pode fornecer um novo fôlego de vida às companhias já existentes. Uma companhia de corretores de moedas, por exemplo, que já possua a sua licença de atividade pode obter a EMI, abrir contas para seus usuários e fornecer a eles cartões de fidelização que melhoram significativamente a conversão de pagamentos e aumentam a popularidade da marca. Outro exemplo das possibilidades que a licença oferece é o de uma loja de varejo poder emitir seus cartões de pagamento Visa com um reembolso para os usuários que pagarem com os cartões em sua loja.

Vale destacar que é possível resolver problemas de ordem mais global através desta licença; por exemplo, a abertura de contas em nome de pessoas jurídicas. Além disso, uma vantagem crucial, sem dúvida, é poder dispor de serviços de identificação remota utilizando as mais avançadas tecnologias baseadas em inteligência artificial.

As licenças europeias estão regulamentadas por PSD2, o que faz com que o processo de obtenção seja extremamente semelhante em diferentes países. No entanto, cada jurisdição tem suas peculiaridades.

Uma licença EMI não é concedida apenas para a emissão de moeda eletrônica; em alguns países, também permite a realização de operações com criptomoedas. Após obter uma licença EMI no Reino Unido, por exemplo, você pode solicitar a permissão para realizar operações com criptomoedas.

O período para obtenção de uma licença varia de 4 a 6 meses, dependendo de vários fatores. Como vemos na prática, é muito possível pôr um negócio em prática durante o primeiro ano se a entrada no mercado for planejada de forma cuidadosa.

Se você quer continuar à frente, então o mais aconselhável é obter uma licença para dinheiro eletrônico. Os especialistas da Mundo Offshore têm uma vasta experiência no assunto e poderão assessorar você durante todas as instâncias do processo. Não espere mais e solicite agora mesmo uma consulta gratuita, teremos o maior prazer em poder ajudá-lo.

Comentários
WhatsApp chat