Obtenha a cidadania por investimento em St. Kitts and Nevis (São Cristóvão e Nevis), e viva em um dos países mais ricos do Caribe

0 282

O padrão de vida em um estado ou outro é muitas vezes mensurado pelo tamanho do seu produto interno bruto. Quanto mais recursos um estado tiver, maior a probabilidade desses recursos serem usados para o benefício da população e não para o benefício pessoal de funcionários desonestos. Hoje, muitos países são caracterizados por altos níveis de corrupção e PIB per capita relativamente baixo. Não é de surpreender que os cidadãos, que conseguiram reunir um capital considerável, desejem morar e trabalhar no exterior permanentemente.

Aqueles que têm muito tempo à sua disposição, escolhem as opções mais acessíveis de naturalização no exterior, isto é, através de uma autorização de residência (temporária e permanente) ou por casamento. Por outro lado, pessoas que já possuem capital, de várias centenas de milhares de dólares, e buscam uma rápida naturalização, podem usar mecanismos diferentes. Muitas dessas pessoas decidem obter a cidadania por investimento das ilhas do Caribe e aproveitar as vantagens oferecidas por um segundo passaporte de São Cristóvão e Nevis, uma opção totalmente legal.

Um segundo passaporte São Cristóvão e Nevis garante uma melhor qualidade de vida

Existem quase duas dezenas de estados insulares independentes no Caribe, cujas características na maioria dos casos são: pequeno território, clima quente e excelente meio ambiente. Cinco dessas jurisdições têm algo mais em comum: eles vendem cidadania caribenha por investimento. Agora, como escolher entre eles? Os limites do investimento mínimo podem variar, mas não muito. A quantidade e a importância dos benefícios oferecidos pelos passaportes de todos esses países também são quase iguais. As condições de naturalização e a concessão de cidadania por investimento também não variam muito. Portanto, o mais relevante para os investidores é o padrão de vida, que é determinado indiretamente, entre outras coisas, pelo tamanho da riqueza nacional de cada jurisdição em particular.

Existem diferentes maneiras de medir a riqueza, nenhuma das quais é perfeita. O mais comum atualmente é a avaliação do tamanho do PIB per capita. Este valor é um bom indicador da qualidade de vida em geral, em qualquer país. Embora, não devemos esquecer, que uma alta concentração de riqueza nas mãos de poucas pessoas pode distorcer os dados.

Então, vamos ver: quais estados caribenhos são mais prósperos? Abaixo está uma lista dos países independentes mais ricos do Caribe. Esta lista foi compilada usando dados do Banco Mundial. O PIB per capita é mostrado em dólares americanos.

Como você pode ver, o país mais rico do Caribe é Aruba. As Bahamas, assim como Trinidad e Tobago, quase alcançam isso. Por outro lado, entre os países que oferecem aos estrangeiros a oportunidade de obter a cidadania das ilhas do Caribe por meio de investimentos, a Federação de São Cristóvão e Nevis tem a liderança. Seu passaporte, adquirido em troca de um investimento, permite que o cidadão por investimentos, recém-integrado, viva e trabalhe no país, onde o tamanho do PIB per capita é de cerca de 15,5 mil dólares. A cidadania por investimento em Antígua e Barbuda geralmente não promete ao estrangeiro a mais alta qualidade de vida, já que nessa jurisdição o PIB per capita é de US $ 2 mil a menos.

Nesse sentido, Grenada, Santa Lucia e Dominica são ainda menos atraentes. Por outro lado, deve-se notar que a cidadania por investimento dessas três jurisdições custam menos do que a de Antígua e São Cristóvão.

De acordo com estimativas do Fundo Monetário Internacional (FMI), em 2015 a Federação de São Cristóvão e Nevis alcançou um crescimento econômico de 5%, à frente de muitos vizinhos no Caribe e outros países.

Analistas do FMI preveem que, em 2016, a jurisdição mostrará um crescimento um pouco mais moderado. De acordo com suas previsões, o PIB da Federação no final do ano aumentará em 3,5%. De qualquer forma, a previsão do FMI para o médio prazo é de um aumento do PIB de 3%. Entre os “motores” de crescimento econômico, o principal, segundo especialistas, é o desenvolvimento do setor de turismo. Por outro lado, os especialistas também apontam que a alta probabilidade de desastres naturais como furacões e terremotos, característicos para o Caribe em geral, cria riscos adicionais para a economia da Federação.

A velocidade do trâmite – outro argumento para a seleção da Federação de São Cristóvão e Nevis para obter o seu segundo passaporte

Mais uma razão para optar pela aquisição da cidadania por investimento, e um segundo passaporte, em São Cristóvão e Nevis (4º colocada no ranking do Banco Mundial), é o fato de que agora é possível fazê-lo muito mais rápido.

Em um de seus últimos discursos oficiais, o Procurador-Geral da Federação, Vincent Byron disse que o tempo de processamento para pedidos de cidadania por investimento em São Cristóvão e Nevis está agora entre 45 e 75 dias.

Este impressionante resultado foi alcançado com mais de um ano de trabalho pelo novo governo da Federação. Uma de suas prioridades tem sido melhorar a transparência dos fluxos financeiros gerados pelo programa de cidadania por investimento de São Cristóvão e Nevis, bem como na otimização do programa com foco na velocidade, seleção de candidatos e ampliando a lista de benefícios do passaporte de São Cristóvão e Nevis, com mais países para viajar sem visto.

Durante seu discurso, Byron lembrou que, durante o governo anterior, que foi substituído pelo atual governo em fevereiro de 2015, as solicitações, em alguns casos, levavam mais de 18 meses para serem processadas. A duração média dos procedimentos era de 12 meses. Por causa disso, muitos estrangeiros preferiram optar pelos concorrentes, por exemplo, pela cidadania por investimento de Antígua e Barbuda. Como resultado, a Federação começou a receber menos investimentos do que o necessário para a execução de seus importantes projetos de desenvolvimento de infraestrutura e de outros campos.

O procurador-geral disse que o novo governo iniciou uma reforma da Unidade de Cidadania por Investimento (OIC, na sigla em Inglês), que se transformou, em tempo recorde, de um organismo excessivamente burocratizado em um muito eficaz. Seus funcionários agora trabalham no modo 24/7, atendendo no escritório, mesmo aos sábados e domingos.

De fato, o novo governo “herdou” da administração anterior mais de 1.500 pedidos não-processados, de aquisição da cidadania por investimento. As autoridades conseguiram demonstrar um nível impressionante de eficiência no trabalho e conseguiram reduzir rapidamente o número de solicitações não processadas.

Os agentes que prestam serviços de intermediação aos participantes do programa de cidadania por investimento de São Cristóvão e Nevis, também confirmam a diminuição da duração do trâmite . Por exemplo, o período de processamento da solicitação foi reduzido e agora demora menos de dois meses, tornando o programa de cidadania por investimento de São Cristóvão e Nevis um dos mais rápidos do mundo.

Os mesmos agentes também relatam a diminuição do risco para os investidores e para a jurisdição, que busca aumentar a eficácia das inspeções dos candidatos e reduzir a zero o número de participantes desonestos no programa. A diminuição dos riscos deve-se, em parte, à implementação de um novo sistema informatizado on-line, que permite aos candidatos, através de seus agentes, monitorar o andamento do processamento de sua solicitação.

Além disso, o Governo apela aos prestadores de serviços intermediários para que realizem uma análise preliminar dos próprios pedidos, a fim de identificar candidatos desonestos. Por outro lado, ele também conseguiu minimizar o impacto negativo do “fator humano”: uma grande parte departamento de pessoal encarregado do programa de cidadania por investimentos de São Cristóvão e Nevis, foi substituído por sistemas de informação avançados, garantindo atendimento na modalidade 24/7.

Além disso tudo, é o programa mais antigo de cidadania por investimento existente (implementado em 1984), entendemos por que milhares de estrangeiros, a cada ano, decidem obter um segundo passaporte por investimento em São Cristóvão e Nevis.

Porém, não se pode fazer por conta própria. A legislação da Federação não permite a apresentação de um pedido de naturalização acelerada, diretamente às autoridades locais. É aqui que você vai precisar da ajuda de agentes intermediários credenciados, como a Mundo Offshore. Fundada em 1994, é, há muitos anos, um agente autorizado do programa acelerado de naturalização de São Cristóvão, e outros programas de cidadania por investimento das ilhas do Caribe. Ademais, conta com especialistas que falam diferentes idiomas.

Passaporte São Cristóvão e Nevis: a cidadania de um país economicamente desenvolvido, e acesso a transporte aéreo e portos marítimos exclusivos

Como podemos ver, as vantagens indiscutíveis do programa de cidadania por investimento em São Cristóvão e Nevis são: tempo de processamento (velocidade) e alto padrão de vida neste país caribenho, que pode se tornar seu novo lar. Mas há coisas mais interessantes que o belo país caribenho pode oferecer aos seus cidadãos por investimentos potenciais e recém-integrados.

A bacia do Caribe há muito tempo se tornou um dos centros de atração para pessoas ricas e famosas em todo o mundo, incluindo muitos iatistas. Você sabia que existem apenas quatro mil e quinhentos proprietários de super-iates no mundo? Vale a pena mencionar que cerca de um terço deles são americanos ricos que querem relaxar no Caribe e, em particular, nas estações da Federação de São Cristóvão e Nevis. O mesmo se aplica aos ricos iatistas da Grã-Bretanha e do Canadá. Para atender às suas expectativas, a Federação vem aprimorando sua infra-estrutura portuária com grande entusiasmo.

Como parte de todo este trabalho, na ilha de St. Kitts está sendo construída uma marina com um conjunto de condomínios, Christophe Harbour, que está gradualmente se tornando parte integrante de inúmeras regatas regionais. Esta marina tem todas as facilidades necessárias para fornecer o serviço de abastecimento de combustível e manutenção para os iates de luxo. Seu território tem excelentes condições para o resto dos membros da tripulação, proprietários e passageiros de iates, bem como para todos os outros viajantes. Este projeto de desenvolvimento está ligada ao programa de cidadania por investimento de São Cristóvão e Nevis, oferecendo aos investidores a opção de obter um segundo passaporte e cidadania das ilhas do Caribe, juntamente com alguns imóveis que podem ser alugados para os velejadores.

De fato, investir em projetos de desenvolvimento de hotéis que acontecem no Caribe em geral e particularmente no território da Federação de São Cristóvão e Nevis, tornou-se uma tendência muito popular. Atualmente, no país, muitos hotéis e complexos recreativos reconhecidos, como Park Hyatt, Four Seasons Hotel e Embassy Suites by Hilton, estão sendo construídos ou ampliados.

Um complexo específico merece a nossa atenção: o Four Seasons Resort Nevis, que foi aberto na década de 90 e desde então foi remodelado e modernizado, muitas vezes, atraindo cada vez mais turistas dos Estados Unidos, UE e Canadá, permitindo que os investidores recebam uma renda de aluguel estável.

No início de maio deste ano, foi anunciado que a empresa Four Seasons Resorts pretende implementar uma nova rota de voo para melhorar a acessibilidade aérea do seu complexo na ilha de Nevis. A rota será aberta em 2017 e será servida pelo jato de passageiros privado pertencente à empresa Four Seasons Resorts. Este passo de uma empresa tão reconhecida confirma a popularidade da pequena ilha de Nevis como destino de lazer, levando-a ao nível dos principais destinos turísticos de primeira classe no mundo.

De acordo com um comunicado de imprensa da administração do complexo Four Seasons Resort Nevis, a nova rota será operada por um Boeing 757 privado, com capacidade para 52 passageiros. Todos os assentos neste avião (Four Seasons Private Jet) serão de primeira classe. A aeronave pousará no aeroporto internacional Robert l. Bradshaw em São Cristóvão e Nevis, onde será recebida em um terminal privado, YU Lounge, que oferece aos seus visitantes o serviço de concierge, para agilizar os procedimentos aduaneiros, delegando-os aos profissionais.

Comentários
WhatsApp chat