Por que a Teoria das Bandeiras é o seu Melhor Plano de Reserva?

0 57

Por Luigi Wewege

Quer você seja um novato completo quando se trata de serviços bancários internacionais, ou um investidor experiente em escala global, você sabe que uma regra reina suprema: Diversificar, diversificar, diversificar! A melhor maneira de reduzir sua vulnerabilidade e ver um crescimento contínuo e estável e a proteção de ativos é diversificar como e onde você armazena seus bens.

Embora a diversificação seja um chavão no mundo financeiro, algumas carecem de estratégias concretas a serem seguidas para alcançar a diversificação. É por isso que é importante ter um plano B, bem como um plano A. Um dos mais promissores, no entanto, é conhecido como a Teoria da Bandeira. Assim como fez o primeiro homem na Lua, a Teoria da bandeira tem a ver com plantar bandeiras que espalham o seu risco financeiro e têm o maior número de oportunidades globais.

Dependendo de com quem você fala, há entre 5 e 7 elementos-chave, ou bandeiras, na Teoria das Bandeiras. Para esta discussão, vamos nos concentrar em seis deles: residência, cidadania, bancos, ativos, negócios e segurança digital. Cada um destes planos pode fazer parte do seu plano de reserva de 2019 em diante.

Bandeira #1: Residência 

A primeira bandeira da Teoria das Bandeiras é explorar a oportunidade de residência em outro país. Muitas pessoas vivem a vida inteira num único país. No entanto, mesmo que você esteja completamente feliz no seu país de residência atual, pode valer a pena explorar suas opções.

Considerar outro país para residência de reserva pode fornecer muitos benefícios, incluindo uma redução na resposabilidade fiscal. A minimização legal dos encargos fiscais é uma força que impulsiona o estabelecimento de residências secundárias. No entanto, outros fatores podem incluir ganhos financeiros, alívio econômico através de um menor custo de vida e questões políticas.

Pesquise suas opções e visite os principais países o mais rápido possível. Durante as férias, investigue as opções imobiliárias ou crie uma empresa offshore. Muitas vezes leva um certo tempo para estabelecer residência em outro país, portanto, é importante não esperar até o último minuto para fazer isso.

As regras que regulam os programas de residência podem mudar rapidamente e não há garantia de que essas regras atualmente válidas também estarão no futuro imediato.

Bandeira #2: Cidadania

Ir um passo além da residência é a segunda bandeira da cidadania. As regras de residência podem mudar rapidamente, e não há garantia de que as regras que permitem que você resida num país hoje estarão em vigor amanhã. Por essa razão, pode valer a pena diversificar as residências em potencial obtendo uma segunda cidadania.

Este é um grande benefício para os viajantes, e também abre novas portas para a residência, oportunidades de aposentadoria, saúde e até mesmo opções de emprego. Muitas vezes, o caminho para a cidadania pode levar anos, por isso, começar o processo com bastante antecedência é uma decisão inteligente. Obter uma cidadania secundária quando se tem 50 anos pode significar uma aposentadoria muito mais fácil quando chegar aos 65 anos.

Bandeira #3: Bancos 

Os bancos constituem a terceira bandeira. Manter todos os seus ativos dentro de uma única conta bancária já é amplamente considerado como um erro financeiro. No entanto, distribuir os seus ativos no mesmo país e no mesmo sistema bancário pode ser igualmente problemático.

Este problema tem sido ampliado nos últimos anos desde que o governo dos Estados Unidos aprovou a FATCA (Lei de Conformidade Fiscal de Conta Estrangeira). A FATCA exige que sejam tomadas medidas adicionais pelos americanos titulares de contas e por seus bancos offshore. Na verdade, alguns bancos internacionais optaram por não prestar serviços a investidores americanos devido a estes novos requisitos por parte da IRS.

Como resultado, é mais importante do que nunca para os americanos terem sua riqueza diversificada e mais de uma conta bancária aberta.

Tenha em mente que nem todos os bancos offshore são os mesmos, e algumas jurisdições são mais vantajosas do que outras, e são claramente experientes e capazes de aderir aos requisitos de relatório de outros países. Neste momento, Belize continua sendo uma das principais opções bancárias offshore para pessoas físicas e empresas.

Bandeira #4: Ativos 

A quarta bandeira trata-se de proteção de ativos. Todos nós trabalhamos arduamente para obter ativos financeiros e, por vezes, é um desafio proteger e garantir esses ativos para o futuro. A proteção dos ativos ocorre de várias formas, mas, novamente, frequentemente inclui um elemento de diversificação.

Ao invés de proteger seus ativos de uma forma única, vale a pena usar diversos métodos variados de proteção de ativos. Por exemplo, você pode investir em imóveis, mas também criar um fideicomisso internacional. Embora a proteção dos ativos seja o principal objetivo destes métodos, também pode ser uma forma de reduzir a erosão fiscal.

Colocar ativos num fideicomisso offshore, por exemplo, preserva e protege os ativos e limita a forma como podem ser tributados, se é que o são.

Bandeira #5: Negócios 

Estabelecer um negócio internacional é a quinta bandeira. Se você vive no exterior e está gerando mais dinheiro do que é permitido através da FEIE (sigla em inglês para Exclusão de Renda Obtida no Estrangeiro), então você pode estar deixando dinheiro na mesa. Através de um negócio offshore ou internacional, no entanto, você pode reduzir a sua carga fiscal.

Não é necessário criar uma grande corporação com muitos funcionários e milhões em lucros para fazer esta estratégia funcionar. O objetivo é estabelecer uma empresa em um país que não tribute o tipo de renda que sua empresa gera ou que forneça algum tipo de paraíso fiscal para o seu tipo de negócio. Exemplos de jurisdições isentas de impostos incluem Belize, Nevis e Panamá.

Se você possui uma propriedade de aluguel no exterior que você também usa para suas férias pessoais periódicas, considere fazer dessa propriedade um ativo de negócio. Você ainda pode receber um salário, mas terá maior diversificação, laços mais fortes com a região, e o potencial para impostos reduzidos.

Bandeira #6: Segurança Digital

A segurança digital é a nossa bandeira final e tende a ser a mais controversa. Na verdade, alguns argumentam que não pertence à teoria da bandeira. Entretanto, está cada vez mais claro que as pessoas de todo o mundo estão contando com a internet para conduzir todos os aspectos das suas vidas, desde compras até serviços bancários online. Muitos até mesmo negociam e investem em moeda digital, que não tem nenhum valor real off-line.

Se os seus ativos estão armazenados digitalmente ou mesmo se você apenas tiver uma conta bancária online, você precisa ter o cuidado de aumentar a sua segurança digital. Se alguém rouba a sua senha e transfere ativos da sua conta offshore com o clique de um botão, então não importa quão diversificada é a sua estratégia de investimento. Frases como proteção de identidade, criptografia e autenticação de dois fatores devem ser parte do seu vocabulário.

Adiante-se com Seu Plano de Contingência. 

A Teoria das Bandeira tem a ver com criar um plano de contingência. Mesmo que tudo esteja indo bem agora, a implementação de uma ou mais dessas seis bandeiras pode ajudar a garantir o seu futuro e criar maior segurança financeira, econômica e política.

Comece sua pesquisa agora sobre os vários locais e estratégias que melhor funcionam para você. Se solicitar a ajuda de consultores financeiros offshore, certifique-se de que eles tenham uma boa reputação e experiência em suas áreas de interesse.


Luigi Wewege é o vice-presidente de um dos bancos mais prestigiados de Belize. Ele publicou o livro “The Digital Banking Revolution” e também é co-autor de uma investigação apresentada ao Congresso dos EUA. Além de escrever para a Mundo Offshore, Luigi é instrutor na escola FinTech e palestrante no Centro de Inovação do Vale do Silício. Ele possui diploma com especialização em negócios internacionais e mestrado triplo em Finanças, Negócios Internacionais e Administração pela University of Missouri-St. Louis.
Comentários
WhatsApp chat