Diferenças entre Bancos Privados de Varejo e Offshore

One 3d render of a bank headquarter with a safe dial coder. concept of security
0 63
Por Luigi Wewege

Muitas pessoas não pensam muito nos diversos tipos de bancos que existem. Elas simplesmente querem saber que seu dinheiro está seguro e que podem acessá-lo quando necessário.

Embora a palavra banco possa ser um termo genérico, é importante reconhecer quão diferentes os bancos podem ser. Isso é importante especialmente se você está procurando um banco internacional ou offshore que forneça serviços bancários e de investimento sofisticados para indivíduos, diferente de um banco de varejo nacional que se concentra no consumidor geral.

Vamos dar uma olhada mais a fundo no setor bancário e explorar as principais diferenças e semelhanças entre os bancos de varejo tradicionais, com os quais estamos mais familiarizados, e os bancos privados offshore.

O que é um banco de varejo?

O tipo mais comum de banco é o banco de varejo. Quando as pessoas falam sobre ir ao seu banco local para depositar um cheque ou usar o ATM, eles geralmente estão falando sobre o seu banco de varejo local. Esses bancos oferecem uma variedade de serviços financeiros e são usados pela maioria para fins de verificação geral, poupança e empréstimo.

Um banco de varejo também é referido como um banco nacional ou onshore. Isso significa que é usado por pessoas que vivem no mesmo país onde está localizado ou possui sede. Embora alguns bancos de varejo tenham filiais e ofereçam serviços em todo o mundo, eles não são iguais aos bancos privados offshore ou internacionais.

 

Estes bancos oferecem uma variedade de serviços financeiros e são utilizados pela maioria para fins gerais de contas correntes, poupanças e empréstimos.,N

O que é um Banco Privado Offshore?

Como o nome sugere, um banco privado offshore é offshore e privado. Sendo um banco offshore, ele não é utilizado por seus cidadãos locais. Em vez disso, é explicitamente designado para uso por indivíduos, investidores e empresas estrangeiras. Também é privado, o que significa que existem controles para proteger os clientes do banco offshore.

Há muitos destinos bancários offshore para escolher, mas os investidores mais experientes preferem às opções em Belize. Ao decidir pela abertura de uma conta offshore, você terá de cumprir certos requisitos estabelecidos pelo banco privado offshore da sua escolha, bem como pelo Internal Revenue Service (IRS), se for cidadão dos EUA.


Entendendo sobre Banco Offshore para Expatriados


Requisitos de Residência

Do ponto de vista do titular de uma conta, uma das maiores diferenças entre um banco de varejo e um banco privado offshore é a exigência de residência. A maioria dos bancos de varejo não tem limitações ou restrições sobre onde você deve residir para estabelecer uma conta.

Por outro lado, os bancos privados offshore têm limitações sobre quem pode abrir e manter uma conta. Um banco privado offshore em Belize, por exemplo, é apenas uma opção para aqueles que podem comprovar residência em um país fora de Belize. Isso significa que é para investidores estrangeiros, aqueles que têm outras moradias, ou aqueles que querem abrir um negócio offshore. No entanto, não é uma opção para um cidadão ou residente de Belize.

Depósitos Iniciais

Outra diferença principal entre um banco de varejo e um banco offshore privado é o depósito inicial necessário. Pense na primeira conta bancária que você abriu quando era criança ou adolescente. É muito provável que isso tenha sido no banco do seu bairro ou cidade, e o seu primeiro depósito pode ter sido de 100 dólares ou menos. Muitas vezes, os bancos de varejo têm opções de depósitos iniciais baixos para estabelecer contas.

Um banco privado offshore não funciona da mesma maneira. Em vez disso, estes bancos tendem a ter um depósito inicial mínimo que os titulares de contas em potencial terão de fazer. Ele costuma ser de milhares de dólares, embora possa variar de um banco para o outro.

Embora você não tenha que ser rico para um banco privado offshore, você precisa estar comprometido com esta forma de proteção de ativos.

Níveis de Privacidade

Ao decidir entre uma conta de banco de varejo e uma conta bancária privada offshore, há muitos fatores a considerar. Por mais que nenhum tipo de banco ou conta consiga atender às necessidades de todos os clientes, a privacidade é importante para muitas pessoas.

Se você está procurando pelos mais altos níveis de privacidade e anonimato, então escolher um banco privado offshore provavelmente será a melhor decisão financeira para você. Muitos países implementaram leis ou regulamentos que facilitam a identificação dos titulares de contas bancárias nacionais.

Por exemplo, a Lei de Sigilo Bancário dos EUA de 1970 e a Lei Patriótica dos EUA, nos Estados Unidos, removem algumas das proteções de privacidade que existiam para os titulares de contas bancárias dos EUA. A promulgação de leis deste tipo acabou tornando os bancos offshore em regiões com proteção de privacidade ainda mais atraentes para certos indivíduos e investidores.

Opções para Contas de Múltiplas Moedas

Muitos indivíduos e empresas estão satisfeitos com contas que operam exclusivamente com um tipo específico de moeda. Entretanto, muitos outros querem limitar a sua vulnerabilidade financeira e ter acesso a vários tipos de moeda ao mesmo tempo.

O acesso a vários tipos de moeda pode ser benéfico se você viver ou tirar férias em um país estrangeiro, se você paga contas no exterior, ou se você simplesmente quer se proteger contra inflação inesperada em uma moeda específica.

Felizmente, os bancos privados offshore tendem a oferecer muito mais opções para várias contas monetárias. Isso permite que você mantenha saldos em mais de um tipo de moeda, independentemente do lugar do mundo onde você vive ou ganha dinheiro.

Requisito de Relatórios

Outra das muitas diferenças entre os bancos privados de varejo e offshore é sobre os requisitos de relatórios. Se você é americano e abre uma conta bancária nos Estados Unidos, por exemplo, esse banco vai reportar informações da conta para o IRS. Você não precisa fazer quase nada, mas também não pode fazer quase nada para impedir que isso aconteça.

Em contrapartida, um americano que mantém uma conta bancária privada offshore será obrigado a reportar algumas informações ao IRS. O seu banco também pode ter que fornecer certos documentos ao governo dos EUA, graças à FATCA, a Lei de Conformidade Fiscal de Conta Estrangeira.

No entanto, os titulares de contas internacionais consideram que este passo adicional vale a pena considerando os benefícios que um banco offshore traz.

Rendimentos e Benefícios Fiscais

Por último, as taxas de rentabilidade do investimento e as vantagens fiscais podem variar entre bancos privados offshore e de varejo. Embora cada banco, cada titular de conta e cada jurisdição sejam um pouco diferentes, existem algumas expectativas gerais.

Normalmente, um banco privado offshore proporciona rendimentos mais elevados em investimentos, bem como significativas vantagens fiscais. Em Belize, os titulares de conta geralmente têm uma oferta de taxa de juros mais elevada em comparação com a maioria dos bancos dos EUA.

As pessoas também podem reduzir a sua responsabilidade fiscal, transferindo os seus investimentos para um banco offshore de Belize que oferece estruturas isentas de impostos.

Colha os Muitos Benefícios do Banco Offshore

Para aqueles interessados em diversificação, proteção de ativos ou novas oportunidades de investimento, um banco privado offshore oferece muitos benefícios em comparação com um banco de varejo tradicional. A estrutura bancária de Belize foi projetada para proporcionar ótimas recompensas financeiras para aqueles que querem realizar operações bancárias no exterior.

Se você deseja saber mais sobre os Bancos em Belize, entre em contato conosco para obter mais informações.


Luigi Wewege é o vice-presidente de um dos bancos mais prestigiados de Belize. Ele publicou o livro “The Digital Banking Revolution” e também é co-autor de uma investigação apresentada ao Congresso dos EUA. Além de escrever para a Mundo Offshore, Luigi é instrutor na escola FinTech e palestrante no Centro de Inovação do Vale do Silício. Ele possui diploma com especialização em negócios internacionais e mestrado triplo em Finanças, Negócios Internacionais e Administração pela University of Missouri-St. Louis.
Comentários
WhatsApp chat