Fertilizantes orgânicos, a origem de uma tecnologia inovadora

0 4

A fim de implantar a R&D JSC Lidesm, um grupo de especialistas que trabalham em áreas relacionadas, criaram a empresa de gestão chamada Centro de Dimensionamento de Tecnologias de Tratamento de Resíduos, LLC (Waste Treatment Technologies Scaling Center ,WTTSC, em sua sigla em inglês). O WTTSC chegou a um acordo de intenção com SUE “Vodokanal de São Petersburgo” para o processamento de lodos.

A partir da década de 1990, a JSC Lidesm, sendo membro do grupo

WTTSC, realizou trabalhos de projeto e engenharia, incluindo a criação de tecnologias inovadoras para diversas instalações de produção.

Durante vários anos realizou-se o trabalho de pesquisa nas áreas de tecnologias de economia de energia e da não geração de resíduos, isso com relação aos projetos e as atividades de engenharia, tanto no âmbito da engenharia civil, construção de instalações de geração de energia e das tecnologias industriais.

A experiência no desenvolvimento de tecnologias originais e os vários anos de colaboração com empresas especializadas em pesquisa, engenharia e construção de máquinas, foram a base para a criação de tecnologias ILOPLANT no contexto do tratamento de resíduos de lodos e outros tipos de resíduos industriais.

A solução para um problema

 A urbanização da população gera o acúmulo de enormes quantidades de resíduos orgânicos, incluindo os lodos de águas negras, os quais praticamente não têm nenhuma utilidade e não fazem parte do ciclo biológico das substâncias utilizadas na agricultura. Ao mesmo tempo, o problema da utilização do lodo de águas negras pode ser resolvido através do seu processamento para a obtenção de fertilizantes granulares de natureza orgânica e mineral.

O processamento dos resíduos causa a destruição da microflora dos patógenos e de outras substâncias nocivas. A utilização de aditivos permite a otimização da composição química dos fertilizantes e a sua adequação aos requisitos das plantas agrícolas. Os fertilizantes granulados têm as melhores propriedades físicas e podem ser aplicados nos campos com o uso dos equipamentos normalmente utilizados na aplicação de fertilizantes minerais. Os fertilizantes feitos a partir de lodos de águas negras são produzidos em abundância nas usinas de processamento e são opções valiosas para vegetais, cereais, frutas, grãos e forragens.

Os fertilizantes feitos a partir do lodo de esgoto são fertilizantes valiosos para vegetais, cereais, frutas, bagas e forragem.

O processamento de alta tecnologia dos lodos de águas negras permite obter 100 toneladas de fertilizantes organominerais de nitrogênio-fósforo por dia, em uma cidade com uma população de 1 milhão de habitantes. Esses fertilizantes contêm toda a gama de microelementos essenciais para o crescimento dos cultivos agrícolas. Inclusive, o processamento pode ser estabelecido em função das plantas de transformação disponíveis.

Espera-se que esta tecnologia seja aplicada para a utilização de lodos de águas negras e para a elaboração de produtos com demanda: fertilizantes líquidos, minerais e organominerais. SUE “Vodokanal de São Petersburgo” (chamada de SUE) participou na determinação de um parceiro estratégico que tem as seguintes matérias-primas:

– Cinza gerada durante a queima da torta de lodo (usinas de processamento de lodo) em fornos de leito liquefeito;

– Lodos armazenados nos aterros “Severny” e “Gorelovo“;

Centrate, um produto obtido como resultado da centrifugação do lodo anterior a sua incineração.

SUE investiu 4.200.000 rublos em pesquisa e desenvolvimento (P + D). JSC Lidesm participou da implantação de P + D e a empresa obteve resultados que permitem alterar os resíduos da categoria não reciclável para a categoria reciclável e criar tecnologias para a produção de itens comerciais: fertilizantes, fibras do tipo basalto, materiais de pedra fundida e revestimentos técnicos.

A WTTSC, LLC, é uma empresa de gestão que estabeleceu acordos com empresas de engenharia, projeto, construção e financiamento, as quais contam com todas as facilidades tecnológicas necessárias que permitem a obtenção de produtos comerciais a partir de resíduos de SUE através da implementação de P + D. Da mesma forma, possui a capacidade de projetar e construir a infraestrutura para a produção industrial e configurar a rede de distribuição de venda de fibras, materiais de pedra fundida e revestimentos técnicos.

Os métodos atuais de armazenamento de lodos de águas negras são caros, causam a contaminação ambiental e exigem a expansão contínua das áreas de acumulação.

Apesar de que o problema da utilização de lodos de águas negras se resolva com sucesso e de forma ampla em outros países, em alguns países ainda não se chegou a uma solução.

Um dos métodos de utilização dos lodos de águas negras consiste em produzir fertilizantes líquidos e organominerais que permitem resolver vários problemas ao mesmo tempo: não há necessidade de armazenamento (aterro), pode-se aumentar a fertilidade dos solos e melhorar o rendimento dos cultivos, e não há contaminação do meio ambiente.

A intensificação da agricultura é impossível sem a utilização de fertilizantes minerais e orgânicos, e só pode ser alcançada quando os mesmos são utilizados de forma composta, ambientalmente amigável e de acordo com as recomendações científicas. A redução da dose de fertilizantes orgânicos e a superdosagem de fertilizantes minerais causam um desequilíbrio no teor ótimo de nitrogênio, fósforo e potássio. Neste caso, a lei do mínimo, ótimo e máximo surte efeito; o cultivo é limitado por um elemento que se aplica de forma mínima e que, por sua vez, afeta o rendimento do cultivo e sua qualidade.

A superdosagem de fertilizantes é usada para manter o nitrogênio e o potássio no solo, que são altamente solúveis em água. De acordo com os números registrados, a aplicação de nitrogênio é duas vezes mais alta do que o previsto para o cultivo, enquanto que para o fósforo e o potássio suas quantidades excedem 3,7 e 1,6 vezes, respectivamente.

A redução do húmus no solo e as quantidades altamente desequilibradas de fertilizantes minerais, em especial o nitrogênio e o potássio, assim como a superdosagem destes, resultam na compactação prejudicial do solo.

Missão do projeto

Criar uma plataforma para ampliar os projetos e construir usinas que produzam fertilizantes com base nesta tecnologia e, ao mesmo tempo, gerar novos empregos e fornecer ao setor agrícola vários tipos de fertilizantes a um preço competitivo.

A estratégia de implementação do projeto se baseia nas relações de parceria com SUE “Vodokanal de São Petersburgo”, com base nos princípios de benefício mútuo e na compreensão bidirecional dos propósitos de cada unidade de negócios.

Comentários
WhatsApp chat