Panamá quer atrair profissionais estrangeiros

0 31

Recentemente, entidades governamentais do Panamá deixaram claras as suas intenções de fazer com que o país continue trabalhando em conjunto com profissionais e executivos de outras nações.

Para ser mais específico, a Câmara de Comércio, Indústrias e Agricultura do Panamá (CCIAP) declarou durante a segunda semana de fevereiro de 2020, que deve ser promovida a entrada de talentos estrangeiros, em vez de restringi-la.

É dessa forma que se alcançam as mudanças significativas nas culturas: é necessário ver nossos vizinhos como parceiros e não como concorrentes. De acordo com a CCIAP, trata-se de um esforço comum para expandir as oportunidades.

Esta tem sido a postura do Panamá há anos, até mesmo décadas, e se reflete na quantidade de vistos disponíveis para estrangeiros. Um deles, inclusive podemos dizer que o melhor deles, é o visto de países amigos.

Como viver e trabalhar no Panamá? Visto de países amigos!

De todas as opções disponíveis para que os trabalhadores tenham a oportunidade de se tornar residentes temporários ou permanentes do Panamá (que não são poucas), o visto de países amigos conseguiu se destaca sobre as demais.

Em primeiro lugar, a permissão que se obtém após a conclusão do processo é a de residência permanente, com a possibilidade de solicitar a naturalização após cinco anos.

O status poderá ser         concedido a todo o grupo familiar, e você pode incluir seus entes queridos na sua solicitação. Para isso, será necessário incluir um mínimo de 2.000 Dólares em sua conta bancária panamenha por cada dependente; além de 5.000 Dólares para você.

Esses valores serão sua prova perante as entidades panamenhas de que você possui capital suficiente para se manter no país.

Qual é o requisito principal? Como o nome indica, este visto está intimamente relacionado com certos “países amigos“. Se você é cidadão de um destes territórios, terá passado o primeiro obstáculo.

No entanto, há um outro requisito fundamental: comprovar uma atividade econômica relacionada com o Panamá. Isso pode ser feito através de um registro de trabalho que comprove o seu desempenho profissional em uma empresa panamenha.

 

Qual é o principal requisito? Como o nome indica, este visto está intimamente relacionado a certos “países amigos”. Se você é cidadão de qualquer um desses territórios, terá superado o primeiro obstáculo.

Outra forma é através da criação de uma sociedade anônima, algo possível para estrangeiros e com a qual nós na Mundo Offshore podemos ajudar.

De qualquer forma, o importante é manifestar a sua intenção de estabelecer uma ligação a nível financeiro com o país. Lembre-se que este é o objetivo principal do Panamá: encorajar estrangeiros a contribuir com o desenvolvimento econômico, oferecendo em contrapartida grandes benefícios como boas taxas de impostos e procedimentos de migração rápidos e simples.

Para descobrir mais sobre o processo para a obtenção de um visto de países amigos, recomendamos o nosso artigo “Processo para poder viver no Panamá (Visto Países Amigos)

Limitações para estrangeiros

Embora, em geral, o Panamá esteja disposto a receber investidores, executivos e profissionais estrangeiros, há certas limitações.

Alguém interessado em viver e trabalhar no Panamá, por exemplo, não poderá fazer isso se deseja estabelecer uma empresa que ofereça serviços de arquitetura. Nem médicos, veterinários, advogados ou engenheiros terão a possibilidade de trabalhar no Panamá com um visto de países amigos.

Apesar destas restrições para profissionais estrangeiros, a CCIAP espera que as mesmas possam ser eliminados em breve.

Além das declarações dadas que nós já mencionamos, também foi enfatizado que as proibições nestas áreas evitam que ocorram mudanças e melhorias no conhecimento, inovação e tecnologia, uma vez que estão limitando espaços onde o Panamá, infelizmente, não conta com um alto nível de educação.

Dos mercados restritos, pelo menos 1.800 empresas de 15 setores estão perdendo a oportunidade de melhorar seus serviços graças ao apoio de profissionais e especialistas estrangeiros. Esperemos que em breve não existam tais limitações.

Você ainda não está convencido sobre a eficácia de um visto de países amigos? Você ficará feliz em saber que o processo para se tornar um cidadão permanente do Panamá pode levar apenas seis meses.

Para aumentar as chances de que isso ocorra, recomendamos contar com o apoio de agentes autorizados, como na Mundo Offshore. Desta forma, poderemos ajudá-lo na abertura de contas e na criação de uma companhia no Panamá.

Entre em contato conosco! Nossos profissionais têm mais de vinte anos de experiência.

 

 

Comentários
WhatsApp chat