Singapur: un atractivo centro bancario para no residentes

0 6

Singapura, oficialmente a República de Singapura, é uma cidade-estado soberana no sudeste da Ásia e é considerado um exemplo global para educação, finanças, saúde, inovação, manufatura, tecnologia, turismo, comércio e transporte. Além disso, essa cidade-estado incrível e sólida provou ter um sistema bancário altamente eficiente e bem-sucedido, sendo um porto seguro para armazenar dinheiro.

Como resultado do seu sistema financeiro seguro, estável e sustentável, bem como da sua estabilidade política, a demanda por abertura de contas bancárias nacionais e estrangeiras está a crescer rapidamente neste país, já que residentes e não residentes desejam ter uma conta bancária aberta nesse país. Felizmente, tal como acontece com os residentes, os não residentes também têm a oportunidade de abrir uma conta bancária em Singapura, mas é muito importante que eles entendam o que fazer para solicitarem uma conta bancária em Singapura, com uma alta probabilidade de sucesso.

Antes de tudo, um não residente, a fim de ter uma conta corrente pessoal aberta num banco de Singapura, deve enviar uma confirmação válida de que está autorizado a residir em Singapura por, no geral, durante um período de, pelo menos, um ou dois meses. Este certificado deve ser emitido pelas autoridades de imigração a estrangeiros, que visitam Singapura.

Além dessa confirmação, existem outros documentos que validam que um estrangeiro possa ficar em singapura por um longo período de tempo. A saber: identificação local (National Registration Identity Card, NRIC) emitida para estrangeiros que recebem um estatuto de residente permanente (RP), em Singapura; passe de emprego (EP) emitido para funcionários estrangeiros qualificados de empresas de Singapura; passe dependente (DP) emitido a familiares de titulares de EP; e passe de visita de longo prazo, emitido para membros da família PR de Singapura, antes de receberem o status de PR.

Devido ao grande número de documentos exigidos, os estrangeiros que residem permanentemente no exterior não podem, atualmente, ter uma conta corrente pessoal aberta em Singapura. No entanto, existem dois tipos de contas bancárias de Singapura disponíveis para estrangeiros que residem permanentemente no exterior, que são: o Banco privilegiado ou Banco prioritário (contas preferenciais fornecidas por bancos comerciais) e contas bancárias privadas, em bancos especializados em gerenciamento de património. Os documentos que devem ser enviados para abrir uma conta pessoal num banco, em Singapura, são: passaportes; prova de morada do requerente; uma carta de referência de um banco em que um candidato estrangeiro já abriu uma conta pessoal e uma prova da fonte de recursos (para contas de Private Banking).

 

Em Cingapura, contas bancárias, chamadas contas conjuntas, podem ser abertas em nome de várias pessoas.

 

Para além dos documentos já descritos, na abertura de contas de Private Banking (bancos privados), os estrangeiros também são obrigados a confirmar a origem do seu capital, através da apresentação de determinados documentos. Por exemplo, se a fonte dos seus fundos se origina dos seus próprios negócios, os estrangeiros devem fornecer documentos, como demonstrações financeiras e demonstrações da empresa que evidenciem claramente os lucros que estão a obter.

Além disso, é importante afirmar que os requerentes estrangeiros são obrigados a visitar Singapura para enviarem as suas solicitações pessoalmente, num banco de Singapura. No entanto, para solicitar uma conta de Private Banking, às vezes, os estrangeiros podem marcar uma consulta fora de Singapura, já que funcionários que representam os bancos privados de Singapura viajam frequentemente para o exterior.

Em Singapura, contas bancárias, denominadas contas conjuntas, podem ser abertas em nome de várias pessoas. Todos os titulares de contas são obrigados a, juntamente ou separadamente, visitar o banco de Singapura, ao configurarem uma conta conjunta. A conta conjunta será efetivamente aberta, quando todos os titulares da conta estiverem pessoalmente no banco.

Lembre-se de que indivíduos não residentes, que moram em determinados países, não têm permissão para criar uma conta num banco, em Singapura. Em cada banco, há uma lista desses países, que consiste em países que foram sancionados pelo Governo de Singapura, como a Coreia do Norte e Cuba. Além disso, os bancos podem proceder, a seu critério, para incluírem outros países.

Em relação às moedas, as contas em dólar de Singapura e em dólar dos EUA são oferecidas na maioria dos bancos. Além disso, os clientes também podem configurar contas bancárias noutras moedas internacionais, como franco suíço, dólar australiano e euro. De facto, atualmente, os clientes podem selecionar entre 10 e 12 moedas diferentes ao configurar suas contas. Em todos os outros bancos de Singapura, o mesmo cliente pode ter números atribuídos diferentes, para contas abertas em moedas diferentes.

Em relação aos não residentes em Singapura, atualmente eles também podem criar contas em várias moedas, com alguns bancos. Nos bancos de Singapura, os não residentes geralmente precisam esperar de duas a três semanas para abrir uma conta de “Privilege Banking/ Priority Banking”. No entanto, podem ter que esperar pelo menos 1 mês para configurarem uma conta de Private Banking.

É importante considerar que, nos bancos de Singapura, os clientes não residentes não são cobrados para abrir as suas contas. Logo que as suas contas pessoais são abertas, esses indivíduos estrangeiros podem ter cartões de débito diretamente anexados às suas contas, dentro de duas semanas, após a aprovação do banco. Essas contas estão sempre em dólares de Singapura, exceto as contas de um dos maiores bancos de Singapura, cujos clientes podem ter o seu cartão anexado a contas bancárias em outras moedas.

Os não residentes devem atender a certos requisitos relacionados ao tamanho do depósito inicial da sua conta, num banco de Singapura, que depende do banco e do tipo de conta a ser configurada. Enquanto o valor do depósito inicial para contas de Banco Privilégio/ Banco Prioritário é de, no mínimo US$ 200.000 em Singapura, o valor do depósito inicial para Private Banking é de pelo menos US$ 1 milhão. O depósito inicial deve ser pago integralmente.

No entanto, é permitido reabastecer gradualmente as contas do Private Banking por um período especificado, que geralmente é de 6 a 12 meses, a partir da data em que a conta foi configurada. Os requisitos médios de saldo para conta bancária privilegiada/ conta bancária prioritária, de não residentes em bancos de Singapura. é de no mínimo 200.000 dólares de Singapura mensalmente, enquanto que para contas de Private Banking essa soma varia de 1 milhão de dólares a 5 milhões de dólares. No entanto, é aconselhável, pelos maiores bancos de Singapura, configurarem contas Bancárias Privilégio/ Bancárias Prioritário com saldos entre 350 a 400 mil dólares de Singapura, pois o administrador pessoal é designado para correntistas, com um saldo mais alto. Para calcular os saldos médios mensais, é necessário quantificar o valor dos ativos, como ações, títulos e outros instrumentos de investimento, que o cliente tenha obtido através do banco ou depositado no banco.

Em resumo, conforme descrito neste artigo, Singapura é um país atraente e politicamente e economicamente estável para ter contas bancárias abertas; e espera-se que o país se possa tornar um próspero centro financeiro global, muito em breve. Além disso, os residentes que não são de Singapura podem encontrar amplas oportunidades de sucesso nos seus negócios.

É importante que indivíduos estrangeiros obtenham informações úteis sobre como abrir as suas contas bancárias neste incrível centro económico e financeiro, e os benefícios que esses indivíduos podem obter. Há muitos aspectos relacionados a regulamentos e vantagens que os não residentes precisam de conhecer, antes de abrirem uma conta bancária em Singapura, tais como: taxas, condições, acesso a contas, procedimentos para pagamentos contínuos e recebidos, levantamentos em dinheiro, encerramento de conta, entre outros.

Portanto, se você não é um residente de Singapura e deseja ter uma conta bancária configurada aqui, leia a segunda parte do artigo Mundo Offshore e aproveite todos os benefícios que a abertura de uma conta bancária nos bancos de Singapura traz. Entre em contacto connosco para obter mais informações sobre os serviços bancários e corporativos em Singapura.

Comentários
WhatsApp chat