Tipos de licenças bancárias offshore

0 704

A indústria bancária offshore é um setor que vem sofrendo uma notável evolução nos últimos 4 anos, especialmente desde que a lei FATCA forçou um declínio dramático a várias instituições localizadas em jurisdições ao redor do mundo.

Somente em 2012, muitos especialistas em questões financeiras previram que o eventual declínio da indústria offshore levaria ao seu iminente desaparecimento até o fim daquele ano. Eles descreveram, através de vários artigos em diversas publicações especializadas, como a flexibilidade excessiva por jurisdições offshore levaram a um declínio gradual do setor, como a concessão de licenças para instituições com pouca regulamentação, que por sua vez manteve os padrões de recrutamento pobres de clientes, causou a deterioração iminente do banco offshore, visto pelas autoridades fiscais internacionais como “terreno ideal para a fraude”.

No entanto, o setor bancário offshore superou todas essas mudanças e ressurgiu ao longo de 2014 como uma das opções mais legítimas em todo o mundo para fazer negócios e proteger ativos. As jurisdições offshore são certamente muito mais cautelosas ao emitir licenças bancárias. Alguns dos requisitos mais importantes para criar um banco offshore  são os seguintes:

Para solicitar a aquisição de uma licença bancária Offshore, é necessário ter um plano de negócios abrangente que inclua 3 a 5 anos de finanças e projeções, uma equipe operacional detalhada e de alta qualidade, apresentar um conselho de administração e ter cumprido várias regulamentações contra a lavagem de dinheiro e crimes financeiros.

Uma vez cumpridos estes requisitos, é importante saber quais são os diferentes tipos de licenças bancárias offshore.

Licenças bancárias offshore

Existem três tipos distintos de licenças bancárias offshore:

Banco Cativo: É um banco que só pode fazer negócios com os membros alocados na licença, ou seja, que cada cliente e proprietário do banco deve ser previamente aprovado pelo Banco Central.

Geralmente, os Bancos Cativos são baseados em empresas familiares ou corporações multinacionais de grande patrimônio, com o número de sócios variando entre 10 a 15 pessoas, pois estas organizações não podem prestar serviços ao público em geral.

Banco Internacional: Comumente utilizado na indústria offshore, a licença bancária internacional permite realizar todos os tipos de operações bancárias dentro ou fora do país de emissão.

Os principais bancos offshore que a Mundo Offshore recomenda correspondem a bancos internacionais. Se o banco tiver uma licença internacional em uma determinada jurisdição, é possível atender especificamente aos clientes desse país.

Banco Geral: Um banco geral, ou especializado, permite realizar negócios com todos os tipos de clientes, locais e internacionais. No entanto, devido a isso e sendo diretamente regulados pelos bancos centrais, os requisitos para adquirir uma licença bancária especializada são muito mais rigorosos do que adquirir uma licença bancária internacional.

Antes de solicitar uma licença bancária offshore, é extremamente importante considerar as características e os requisitos de cada jurisdição, bem como o tipo de licença bancária que você deseja processar. Considere que cada país concede licenças bancárias de acordo com seus próprios padrões. Em alguns, as taxas anuais variam de 9.000 dólares a 500.000 dólares, e o capital pode variar de 150.000 dólares a 10 milhões de dólares.

Comentários
WhatsApp chat