Uruguai, a Suíça das Américas

0 29

Sobre o Uruguai

O Uruguai é um belo país localizado na América do Sul, com uma cultura europeia. Graças ao seu povo maravilhoso e a sua rica cultura, muitos estrangeiros e expatriados em geral têm sido atraídos para este país ao longo dos anos. Nas cidades mais importantes do Uruguai você vai encontrar muitos lugares interessantes, como clubes de tango, casas de ópera, teatros e uma grande variedade de restaurantes e cafés. O povo do Uruguai é muito honesto e trabalhador, e é provavelmente por isso que este país tem taxas criminais e de corrupção muito baixas.

Nós gostamos do Uruguai não só porque é um país seguro e estável, mas também por seu bom clima e pelo seu longo e belo litoral. No entanto, um povo simpático e bem educado e um ambiente seguro não é tudo o que o Uruguai tem para oferecer. A “Suíça das Américas” também é muito conhecida no mundo dos negócios. Por quê? Devido ao seu baixo custo de vida, ao seu regime fiscal flexível e as suas atrativas oportunidades de investimento. Este, por exemplo, é um excelente momento para investir em imóveis. Devido ao aumento dos investimentos estrangeiros, a capital, Montevidéu, está atualmente sendo remodelada, o que significa que este pode ser o momento perfeito para a compra de um apartamento estilo clássico em um dos melhores bairros da cidade. Se, por outro lado, você preferir investir em terras, fazendas ou grandes casas de campo, você sempre tem a escolha de encontrar negócios ainda melhores nas províncias, longe do ruído e estilo de vida mais agitado da cidade.

Uma das vantagens deste incrível país é o fato de estar próximo de grandes metrópoles como o Rio de Janeiro ou Buenos Aires. Além disso, uma das melhores opções para se divertir no Uruguai é Punta del Este, que fica localizada a uma hora e meia de Montevidéu. Esta é uma das praias mais conhecidas da Costa de Ouro em todo o país, e tornou-se um dos lugares mais populares. Em Punta del Este, os proprietários de imóveis para locação relataram excelentes retornos sobre o investimento, desfrutando de aproximadamente 12% de retornos líquidos por ano, ou mais.
A capital do Uruguai é Montevidéu, com 3,4 milhões de habitantes e diz-se que tem a melhor qualidade de vida na América Latina. Esta cidade é também a quinta cidade mais amigável aos homossexuais do mundo.

Os uruguaios são conhecidos por terem uma mente aberta, amigável e pacífica; esta é provavelmente a razão pela qual o país tem uma das menores taxas de criminalidade na América do Sul. De 2010 a 2015, o Uruguai teve o prazer de ter o “presidente mais humilde do mundo”, José Mujica, que também foi referido como “o anti-político”. Mujica encorajou a caridade e deu exemplo doando a maior parte de seu salário. Ele lutou pelos direitos humanos e pela liberdade e também apoiou uma cultura progressista.

Se você está pensando no melhor país para se tornar cidadão, definitivamente você deve considerar o Uruguai. Seu governo democrático e seu sólido sistema financeiro permitem que você diversifique seus ativos financeiros e se estabeleça através de residência, cidadania ou investimento. Não há lugar melhor para desfrutar da vida.

As vantagens do Uruguai podem ser resumidas pelos seguintes itens:

• Um sistema legal sólido e previsível.
• Estabilidade política e econômica.
• Estabilidade social, graças à existência de uma classe média, níveis relativamente baixos de pobreza e a menor diferença em relação à renda na América Latina.
• Baixas taxas de corrupção.
• Uma economia aberta, com fluxo livre de capital (interno e externo) e livre conversão da moeda.
• Igualdade de tratamento entre investidores locais e estrangeiros, garantida por lei.
• Um sistema bancário sólido.
• Generosos incentivos fiscais para projetos de investimento, grandes e pequenos.
• Uma dezena de zonas de livre comércio, onde centenas de empresas globais operam com clientes offshore, com isenção de impostos.

História

Montevidéu foi concebida pelos espanhóis como uma fortaleza militar e, assim, foi fundada em 1726. Depois de algum tempo, tornou-se um grande centro comercial devido ao fato de que era um porto natural, o que fez com que o Brasil anexasse o país em 1821. Em 1825, o Uruguai declarou sua independência da dominação brasileira.
Uma tradição estatal começou com o presidente José Batlle, que, no início de 1900, implementou uma série de reformas econômicas, políticas e sociais.

Em 1973, os Tupamaros, guerrilheiros que apoiavam o Marxismo, forçaram o presidente a deixar o cargo. No final do ano, embora os rebeldes tivessem sido derrotados, os militares continuaram no cargo até 1985, ano em que o governo civil foi finalmente restaurado.
Após 170 anos de Colorados e Blancos mantendo o poder político, a coalizão Frente Amplio venceu as eleições nacionais em 2004. A partir desse momento, o partido de centro-esquerda que estava no poder ajudou o Uruguai a ser considerado um dos países mais livres da América Latina, quando se trata de condições políticas e trabalhistas.
Localização: Sul da América do Sul, na fronteira com o Oceano Atlântico Sul, entre a Argentina e o Brasil
Área: 68.036 milhas quadradas (176.215 quilômetros quadrados). Um pouco menor que o estado de Washington.
População: 3.341.893 (em julho de 2015)
Capital: Montevidéu
Geografia: Principalmente planícies e colinas baixas; terras costeiras baixas e férteis.
Clima: Temperado quente; temperaturas congelantes quase desconhecidas.
Governo: República constitucional
Idioma: Espanhol (oficial), Portunhol, Brazilero (mistura dos idiomas português-espanhol na fronteira brasileira).
Religião: Católicos romanos 47,1%, cristãos não católicos 11,1%, não denominacionais 23,2%, judeus 0,3%, ateus ou agnósticos 17,2%, outros 1,1% (2006)
Fuso horário: UTC-3 (2 horas à frente de Washington, DC, durante o Horário Padrão)
Eletricidade: O fornecimento de eletricidade do Uruguai é de 220 volts.

Os uruguaios são conhecidos por serem receptivos, amigáveis ​​e pacíficos; Esta é provavelmente a razão pela qual o país tem uma das menores taxas de criminalidade da América do Sul. De 2010 a 2015.

Oportunidades de negócio

Vantagens de utilizar um Banco no Uruguai

O Uruguai é geralmente chamado de Suíça da América do Sul, principalmente devido às vantagens que oferece com suas leis bancárias extremamente flexíveis, não só para os residentes locais, mas também para os residentes estrangeiros. É possível possuir bens sem desvantagens ou custos ocultos, assim como se pode investir ou transferir fundos dentro e fora do país sem a necessidade de ser cidadãos ou estar fisicamente presente como proprietários.
Realizar transações bancárias é uma atividade ideal no Uruguai, considerando que há uma transação não controlada de fundos, os quais podem entrar e sair do país livremente; sem licenças ou períodos de espera para a transferência de dinheiro. Além disso, é preciso notar que não é aplicada qualquer retenção na fonte sobre estes fundos.
E ainda, a maior parte do dinheiro mantido nos bancos é em dólares, o que reduz significativamente o risco cambial.
Facilidade de Residência, Cidadania e Segundo Passaporte
O Uruguai tem sido um país caracterizado por acolher expatriados e estrangeiros e é uma excelente escolha como país para se viver.
Os requisitos são simples para aqueles que desejam viver no país, como a certidão de nascimento, um registro policial limpo, e a comprovação de uma fonte de renda para comprovar que a pessoa é capaz de viver no país.
Depois de apresentado o pedido, o requerente recebe uma identificação uruguaia e tem direito a um status de Residente Legal Temporário, enquanto o processo é minuciosamente verificado. Em geral, demora de seis a oito meses para que o requerente obtenha o status de Residente Legal Permanente.
É muito raro que a Autoridade de Imigração rejeite candidaturas, e o candidato não é obrigado a investir no país para garantir o processo.
Após obter a residência, o candidato pode solicitar a cidadania também. Nesse caso, a pessoa precisa passar seis meses no país e existe um período de espera de três anos (se a pessoa for casada) ou de cinco anos (se for solteira). Este período de espera começa quando a pessoa chega pela primeira vez ao país e se candidata à residência.

Para obter a cidadania, há alguns requisitos a serem cumpridos: documentos que comprovem que o requerente viveu no país, como por exemplo um contrato de trabalho, ou pagamento de seguro social, impostos, etc.) e duas testemunhas que possam testemunhar que o requerente tem vivido no país.

Investimentos em Terras Agrícolas

Existem várias razões pelas quais os investimentos em terras agrícolas são considerados uma das melhores opções para investimentos a médio e longo prazo em todo o mundo:
A estabilidade e o sólido sistema jurídico do Uruguai, que incentivam medidas para proteger os investimentos.
O fato de que o potencial da propriedade pode ser verificado online, já que o índice de produtividade está disponível na web. Isso dá transparência às operações.
A condição do solo e o clima do Uruguai, perfeitos para agricultura, silvicultura e pecuária. Também precisamos lembrar o fato de a água estar amplamente disponível, o que é essencial para contribuir com as atividades agrícolas.
A infraestrutura desenvolvida e a experiência técnica em todo o país facilitam o investimento por parte dos não agricultores.
Existem três opções principais para investimentos em terras agrícolas:

Agricultura

O clima, a qualidade do solo e a infraestrutura do Uruguai fizeram do país um grande exportador de soja, arroz e produtos lácteos.
A soja, o trigo, o milho, a cevada e o sorgo constituem as principais atividades produtoras da agricultura.

Pecuária

As principais raças são Hereford e Angus. É fundamental salientar que o Uruguai tem uma elevada condição sanitária; a utilização de antibióticos e a implementação de hormônios de crescimento no gado são proibidas. Sendo o único país que pode rastrear o rebanho desde o nascimento até o abate, e com 90% das raças de gado pastando em pastagens naturais, estes são alguns dos fatores que fazem o Uruguai subir aos principais mercados em todo o mundo.

Silvicultura

O Uruguai possui a maior sustentabilidade em 80% de suas florestas, e tem a mais rápida taxa de crescimento do eucalipto e celulose de papel. Devido à experiência técnica que mencionamos antes, o investimento em terras agrícolas é bastante simples.
Esta indústria vem crescendo extraordinariamente no Uruguai, principalmente devido à instalação das duas maiores e mais limpas fábricas de celulose do mundo por empresas finlandesas e suecas, apoiadas pela aprovação de uma lei de incentivo há 25 anos. A empresa sueca Stora Enso abriu uma terceira fábrica em 2018, o que fez com que o Uruguai se tornasse o segundo maior exportador global de celulose de fibra curta.
Imóveis
Há uma ampla gama de opções que o Uruguai oferece aos compradores estrangeiros, quer eles queiram desfrutar de uma residência permanente ou apenas para passar as férias durante alguns meses do ano.

Vamos detalhar as possibilidades que cada cidade pode oferecer:

Punta del Este é considerada o melhor destino de praia da América Latina, oferecendo uma grande e bela área costeira caracterizada pelas praias de areia branca, que dão à cidade o título de Riviera do Sul. Há uma grande variedade de opções de outras atividades, como polo, golfe e vela, o que contribui para um estilo de vida agradável durante todo o ano.

Montevidéu, a capital e cidade mais populosa, tem uma arquitetura colonial encantadora que atrai também compradores estrangeiros. Áreas de passeio para pedestres na Cidade Velha coexistem com bairros costeiros, onde você pode facilmente adquirir desde uma casa única até uma grande propriedade para viver.
Colônia é uma cidade do século XVII, Patrimônio Mundial, e é outro local favorito entre os residentes estrangeiros. Junto ao rio, suas ruas cheias de restaurantes e cafés convidam as pessoas a desfrutar da arquitetura colonial.

As casas estilo fazenda são uma das opções imobiliárias escolhidas principalmente pelos expatriados. Eles oferecem um estilo de vida de fazenda, porém, com as vantagens das casas modernas e perto de algumas das principais cidades aqui mencionadas, como Montevidéu e Colônia.

Tributação

Imposto sobre o Valor Agregado: Conhecido como IVA. Trata-se de um imposto básico sobre as vendas incluído no preço marcado dos bens. A taxa básica deste IVA é de 22% para a maior parte dos bens e de 14% para determinados itens.

Impostos prediais: Também conhecido em português como “Imposto imobiliário” varia de 0,25% a 1% do valor de mercado do imóvel.

Podemos também mencionar um imposto escolar, conhecido em espanhol como “impuesto a la enseñanza primária”, ou imposto do ensino primário, em português, que vai de 0,1% a 0,3% do valor de mercado. Estes impostos não se aplicam às propriedades rurais.

Imposto sobre o rendimento das pessoas físicas: Refere-se ao imposto sobre os salários dos trabalhadores independentes, e só é pago quando o rendimento foi gerado dentro do país. É pago quando o montante excede os 173.124 pesos por ano. O imposto varia de 10% a 25%, e é pago pelos cidadãos uruguaios e residentes estrangeiros que ficam no país por mais de 183 dias por ano. Precisamos mencionar que certas despesas também são dedutíveis.

Imposto de renda de aluguel: é um imposto de renda fixo de 12%, pago por qualquer um que queira alugar sua propriedade e não é adicionado ao imposto de renda pessoal mencionado acima.

Imposto sobre ganhos de capital: Consiste em 12% para pessoas físicas, 12% para empresas estrangeiras e 25% para empresas uruguaias.

Contate-nos para mais informações.

Comentários
WhatsApp chat