As Bahamas – a joia do Caribe

0 7

Cristóvão Colombo descobriu as Bahamas em 1492. Que sorte que ele teve! O arquipélago das Bahamas é um paraíso ecológico espalhado por mais de 100 mil quilômetros quadrados de oceano, sua extremidade fica a apenas 80 quilômetros da costa da Flórida. O país consiste em 700 ilhas de tirar o fôlego, mais de 2.000 postos rochosos e baías (recifes de coral), e possui a água mais clara do planeta com uma visibilidade de mais de 200 pés. Você pode ver a terceira maior barreira de coral do mundo tão claramente quanto pode ver seus dedos dos pés.

Venha às Bahamas e veja por si mesmo a extraordinária beleza natural das Ilhas! Descubra a rica cultura, a colorida história e a calorosa hospitalidade do povo das Bahamas!

Originalmente habitada pelo povo Lucaiano, capturado e escravizado pelos espanhóis em Hispaniola, as ilhhas ficaram praticamente desertas. Em 1650, o primeiro inglês chegou às Bahamas, que se tornou uma colônia britânica em 1718.

A Comunidade das Bahamas, atual nome oficial do país, ganhou a soberania em 1973 como um reino da Comunidade Britânica, com a Rainha Elizabeth 11 como monarca. As poucas ilhas habitadas abrigam cerca de 325.000 moradores, e destes, cerca de dois terços vivem na ilha de Nova Providência, que é onde Nassau, a capital do país, está localizada.

Governo e economia das Bahamas

As Bahamas são uma monarquia parlamentar constitucional composta por duas câmaras: a Câmara da Assembléia, com 38 membros, e o Senado, com 16 membros, ambos localizados em Nassau. A constituição e o sistema jurídico são semelhantes aos do Reino Unido, o que não é uma surpresa, já que os britânicos governaram as Bahamas por vários séculos.

O Primeiro-Ministro, que é responsável pela formação do gabinete executivo, vem do partido político principal. A Rainha é representada por um Governador-Geral local, cujo mandato é de cerca de cinco anos, como é o caso em todas as outras jurisdições da Comunidade. As Bahamas continuam firmemente ligadas ao Reino Unido e aos EUA em virtude da sua história e localização. O idioma oficial é o inglês e a moeda oficial é o Dólar das Bahamas, que mantém a paridade com o dólar dos Estados Unidos.

 

O turismo, por razões óbvias, é o pilar da economia das Bahamas. Cruzeiros freqüentam os portos locais, já que as ilhas são o destino favorito dos americanos.

Turismo e serviços financeiros

O turismo, por razões óbvias, é o pilar da economia das Bahamas. Os navios de cruzeiro frequentam os portos baamenses, pois as ilhas são um dos destinos turísticos favoritos dos americanos.  Os serviços financeiros, todos predominantemente internacionais, são a segunda maior indústria das Bahamas. Existem muitas companhias de seguros, fundos fiduciários e bancos internacionais privados, alguns dos quais são suíços. A Bolsa Internacional de Valores das Bahamas é a bolsa de valores do país.

Impostos nas Bahamas

  1. Imposto de renda: As famílias que se mudarem para as Bahamas não pagarão imposto sobre o rendimento de quaisquer rendimentos pessoais, tais como salários e pensões, nem sobre qualquer tipo de rendimento de investimento.
  2. Imposto sobre Riqueza: Não há impostos sobre a riqueza.
  3. Impostos sobre herança e presentes: Não há impostos de herança ou presentes.
  4. Imposto de selo e IVA: As Bahamas cobram somente impostos indiretos que incluem um imposto predial e um imposto sobre o valor agregado (IVA) à uma taxa de 7,5%. O imposto de selo é devido sobre transações ou formalidades legais específicas e os impostos aduaneiros são devidos sobre todas as mercadorias importadas.
  5. Imposto de Saída: As Bahamas não cobram qualquer imposto de saída sobre o patrimônio ou sobre os ganhos não realizados relativos à saída ou transferência das Bahamas.

Regime Fiscal Especial aos Estrangeiros de Mudança para as Bahamas

Não existe um regime fiscal especial aplicável às pessoas que mudam de residência para as Bahamas.

Vantagens de viver nas Bahamas

O clima tropical quente e relaxante estilo de vida do Caribe serão muito atrativos para as famílias que se mudam para as Bahamas. A proximidade das Bahamas com os Estados Unidos possibilita que um voo de Nassau para Miami leve menos de uma hora, e a viagem de balsa para os EUA leva apenas algumas horas.

As principais ilhas oferecem boas conexões de voo para os EUA, bem como voos diretos para algumas das cidades mais importantes da América do Sul e Europa. Cada vez mais famílias ricas estão considerando a possibilidade de mudar-se para as Bahamas por causa do seu clima agradável, do ambiente fiscal favorável e das fantásticas vantagens financeiras de estabelecer um negócio lá.

Os empresários podem gerar lucros totalmente livres de impostos, uma vez que o governo não cobra qualquer imposto corporativo.

Saúde, educação e setor imobiliário

O sistema de saúde é geralmente bom em todas as ilhas, mas, compreensivelmente, as ilhas mais povoadas têm a melhor variedade de clínicas privadas e hospitais públicos. Naturalmente, quanto mais remota a ilha, mais privacidade você terá, porém, terá que confiar mais em seus próprios recursos.

O sistema educacional das Bahamas foi fundado no sistema britânico e assim permanece. Há um pequeno número de escolas internacionais nas ilhas mais povoadas, além das escolas públicas primárias e secundárias que são encontradas mesmo nas ilhas mais remotas e menos povoadas. Há também um colégio universitário localizado em Nassau.

Os preços dos imóveis nas Bahamas se recuperaram após a queda acentuada durante e após a crise financeira de 2008. Os imóveis nestas ilhas possuem os mais diversos preços, desde centenas de milhares a dezenas de milhões de dólares.

Mas o que realmente destaca as Bahamas no momento de escolher para onde se mudar é a oportunidade de comprar não apenas uma casa ou apartamento, mas sua própria ilha privada!

Vistos e autorizações de residência

Os cidadãos da União Europeia e da Suíça não precisam solicitar um visto de residência nas Bahamas. Eles poderão entrar no país com um passaporte válido por mais de seis meses após a data prevista de partida das Bahamas.

Cidadãos de muitos outros países também podem viajar para as Bahamas sem visto, mas devem verificar as condições aplicáveis em cada caso. “Cada vez mais famílias ricas estão mudando sua residência para as Bahamas”.

Os viajantes devem estar cientes de que muitos voos para as Bahamas passam pelos EUA, portanto, devem garantir que estão de acordo os requisitos de viagem, passaporte e visto deste país.

Você precisará obter uma autorização de residência das autoridades de imigração se desejar ficar nas Bahamas por mais de dois meses. Se você deseja se tornar um residente das Bahamas, existem várias opções disponíveis para você: um cartão de identidade como proprietário de imóvel; uma autorização de residência de um ano; ou uma autorização de residência permanente.

Comentários
WhatsApp chat