Índice de liquidez – O Que é e Porque é Importante

0 57
Por Luigi Wewege

Ao escolher um banco offshore, ou mesmo qualquer banco, um dos aspectos fundamentais a considerar é o índice de liquidez do banco. Afinal de contas, qualquer pessoa que coloca seus ativos numa conta bancária quer ter a certeza de que ela permanecerá segura, protegida e acessível a qualquer momento.

Infelizmente, nem todos os bancos têm um índice de liquidez favorável. Saiba mais sobre o que é um índice de liquidez, porque é importante e como os bancos offshore diferem quando se trata de liquidez total.

Entendendo a Liquidez

Primeiro, é importante definir o conceito de liquidez. Liquidez é a capacidade dos ativos serem comprados ou vendidos rapidamente. Uma casa, por exemplo, não é um ativo líquido. Ela não pode ser vendida do dia para a noite. Mesmo na melhor das hipóteses, pode levar semanas para uma casa ser transferida para um novo proprietário.

O dinheiro, por outro lado, é o melhor exemplo de um ativo líquido. Ele está pronto para ser imediatamente usado para cobrir uma dívida ou fazer uma compra. O dinheiro não é o único ativo líquido, mas é o exemplo perfeito. Outros ativos que podem aumentar a liquidez incluem obrigações do Tesouro (T-bonds, no inglês) ou dívida de empresas.

Ambos os ativos são respaldados por grandes instituições, como o governo ou uma corporação multinacional. Em muitos aspectos, são tão seguros como o dinheiro.

 

Liquidez é a capacidade dos ativos de serem comprados ou vendidos rapidamente.

Definição do Índice de Liquidez

O índice de liquidez de um banco é a porcentagem matemática dos ativos totais do banco que este detém em forma líquida, ou seja, dinheiro em espécie ou ativos semelhantes. Uma instituição financeira deve dispor de ativos líquidos suficientes para cumprir com suas obrigações a curto prazo. Entre elas estão os saques por parte dos clientes, reembolso de dívidas, financiamento de novos empréstimos a clientes, etc.

É preciso considerar que existem a liquidez de curto e a de longo prazo. Pode acontecer que um evento político, uma paralisação de governo, ou o salto de uma moeda deixe os investidores apreensivos. Como resultado, pode ser que uma parcela significativa dos titulares de contas decida transferir seus ativos. Para estes eventos, um banco precisa ter um plano de liquidez de curto prazo, talvez de mais de 30 dias.

A liquidez a longo prazo é mais grave. Se o mercado falir, um banco poderia arcar com o reembolso dos ativos a todos os titulares de contas? Um índice de liquidez indica se um banco está ou não preparado para estes possíveis acontecimentos.

Por que a Liquidez é Fundamental para as Instituições Financeiras

Como investidor individual ou titular de conta, a liquidez deve ser importante para você. Se um banco não tiver um índice de liquidez substancial, então ele não estará equipado para enfrentar tempestades financeiras. Em casos raros, porém graves, isso pode significar que você não conseguirá acessar seus ativos arduamente conquistados quando mais precisar deles.

Uma corrida aos bancos é quando um grande número de clientes saca dinheiro das suas contas. Embora isto esteja longe de ser algo comum, já aconteceu muitas vezes em todo o mundo. Em 2001 e 2002, uma corrida aos bancos na Argentina, e depois no vizinho Uruguai, causou sérios problemas econômicos. Em 2008, várias corridas aos bancos nos Estados Unidos fizeram com que as instituições financeiras ficassem inoperantes, exigindo assistência do governo para evitar falências totais.

Há muitas razões pelas quais uma corrida ao banco pode acontecer. Às vezes, um mero rumor pode iniciar isso. Algumas corporações mais prevenidas poderiam retirar seus ativos e causar o colapso de um banco, praticamente sem aviso prévio. Se não houver ativos líquidos sob controle de um banco, então ele não será capaz de preencher seus caixas eletrônicos com dinheiro ou permitir que seus clientes retirem grandes quantidades de dinheiro.

Para um titular de conta, isso pode ser devastador. Se você quer ter certeza de que o seu dinheiro estará lá quando você mais precisar, certifique-se de escolher um banco com um índice de liquidez favorável.

Regulamentações do Governo para Liquidez Financeira

Praticamente todos os grandes governos têm regulamentações para os seus bancos. Isto significa que para funcionar como instituição financeira, os bancos precisam cumprir com os requisitos específicos do índice de liquidez. No entanto, eles não são os mesmos em todos os lugares. Podem variar significativamente de um país para outro.

Além disso, podem mudar ao longo do tempo. Quando uma nação atravessa uma crise econômica, é comum que os seus requisitos de liquidez aumentem.

Em Belize, por exemplo, os bancos são obrigados por lei a ter índices de liquidez de 24 por cento ou mais. Este é um valor mínimo padrão, e todos os bancos devem cumprir com este requisito para operar legalmente.

Em contrapartida, os Estados Unidos exigem que os bancos tenham apenas um terço dessa liquidez. Claramente, então, os bancos de Belize são uma opção mais segura se as corridas aos bancos e a liquidez a longo prazo são uma séria preocupação para você.

Orientações Relativas à Liquidez Institucional

As orientações sobre o índice de liquidez do governo são apenas o mínimo necessário. Por isso, cada instituição pode optar por aumentar sua liquidez para proteger melhor seus clientes. O banco parceiro da Mundo Offshore em Belize tem o dobro da liquidez exigida pelo governo belizense.

Ir além do mínimo obrigatório pode ser uma segurança extra para os investidores. Se você está colocando seus bens em um banco internacional, você precisa saber que ele estará sempre acessível. Um índice de liquidez impressionante mostra que os bancos levam a sério a ideia de proporcionar uma paz de espírito a longo prazo a todos os seus clientes.

Atravessando a Tempestade com o Banco Certo

Como indivíduo, há muito pouco que você possa fazer para evitar crises bancárias globais. Você não pode impedir que uma eleição aconteça, e você não pode controlar os mercados de moeda. Entretanto, você pode colocar em prática um plano para enfrentar estas tempestades.

Planejar antecipadamente inclui, muitas vezes, colocar ativos num banco offshore com ampla liquidez. Optar por bancos que vão além do mínimo exigido pode proporcionar tranquilidade e ajudar você a enfrentar quaisquer eventos estressantes que possam afetar negativamente os demais.

Um índice de liquidez não é apenas um pequeno detalhe para uma instituição financeira. Ele pode ser a diferença entre a segurança de ativos e uma falência financeira que afete milhões. A Mundo Offshore trabalha apenas com bancos em que a alta liquidez seja uma prioridade, e muitos investidores experientes escolhem a estabilidade destes bancos para proteger e aumentar seus ativos.

Entre em contato com a Mundo Offshore hoje para discutir sobre como garantir o seu futuro com um banco offshore.


Luigi Wewege é o vice-presidente de um dos bancos mais prestigiados de Belize. Ele publicou o livro “The Digital Banking Revolution” e também é co-autor de uma investigação apresentada ao Congresso dos EUA. Além de escrever para a Mundo Offshore, Luigi é instrutor na escola FinTech e palestrante no Centro de Inovação do Vale do Silício. Ele possui diploma com especialização em negócios internacionais e mestrado triplo em Finanças, Negócios Internacionais e Administração pela University of Missouri-St. Louis.
Comentários
WhatsApp chat