Sistema bancário nos EUA, Entrevista

0 17

O Mundo Offshore tem o prazer de apresentar uma entrevista sobre as questões dos bancos de varejo e corporativos nos Estados Unidos. O banco de varejo, também conhecido como banco do consumidor, envolve a prestação de serviços por um banco ao público em geral, não sendo destinado a empresas, corporações ou outros bancos. Estes bancos são geralmente descritos como sendo bancos de atacado. Os serviços bancários considerados de varejo incluem o fornecimento de contas correntes e de depósito, hipotecas, empréstimos pessoais e cartões de débito ou de crédito. O banco de varejo é diferenciado do banco de investimento ou comercial e também pode se referir a um departamento ou divisão de um banco, que lida com clientes individuais. Nos Estados Unidos da América, o termo banco comercial é usado para descrever um banco padrão, distinguindo-o de um banco de investimento.

O setor bancário nos Estados Unidos começou em 1790. Este setor, nos EUA, está centrado na cidade de Nova Iorque e  na região de Wall Street, concentrando-se no fornecimento de vários serviços, como banco privado, gerenciamento de ativos e segurança dos depósitos.

Em 1913, o Federal Reserve System (Sistema da Reserva Federal) foi estabelecido e tornou-se o sistema bancário central dos EUA, executando a política monetária e controlando as taxas de juros e a oferta da moeda. Com o fim de controlar a inflação, garantir a estabilidade de preços e promover a confiança geral na moeda. A Grande Depressão de 1929 resultou na separação entre investimento e banco comercial, conhecido como “Glass-Steagall Act”, que foi revogado em 1991.

Nos EUA, a regulamentação bancária é altamente fragmentada, em comparação com outros países do G10. Visto que maioria dos restantes países possui apenas um regulador bancário.

Os EUA mantêm agências separadas que regulam os setores de valores mobiliários, commodities (comodidades) e seguros, que por sua vez são separadas das agências bancárias que regulam nos níveis federal e estadual. Os EUA têm um dos ambientes bancários mais altamente regulamentados do mundo, embora muitos dos regulamentos não tenham como objetivo principal manter a força e a estabilidade, tendo apenas como função as questões da privacidade, divulgação, prevenção de fraudes, lavagem de dinheiro, anti-terrorismo, empréstimos e promoção de empréstimos a indivíduos de baixo rendimento.

Em 2018, acreditava-se que os ativos bancários representassem 56% da economia dos EUA. O dólar dos EUA é a moeda mais usada em transações internacionais e é a principal moeda de Reserva do Mundo. Conhecida pela força da sua economia, força militar, temdo também um papel central no reembolso de dívidas e uma variedade de instituições internacionais, que surgiram sobretudo desde a Segunda Guerra Mundial e com o sistema petrodólar.

Em dezembro de 2018, a Reserva Federal divulgou o seu relatório inaugural sobre a estabilidade financeira. O relatório fornece uma avaliação inequívoca de que o sistema bancário do país é forte, resistente e posicionado para apoiar a economia, especialmente no caso de uma crise económica. Além disso, o relatório destaca o progresso substancial feito por instituições, formuladores de políticas e reguladores, promovendo assim a estabilidade financeira, durante a última década.


O Mundo Offshore inicia agora uma entrevista com o nosso especialista bancário, que discutirá o setor bancário nos EUA; bem como as suas vantagens e os benefícios de abrir uma conta corrente e uma conta corporativa nesse país. Será também informado dos requisitos relacionados à abertura de uma conta e dos detalhes dos bancos mais populares presentes nos EUA.

Bem-vindo, é muito bom estar presente e juntar-se a nós.

-É difícil abrir uma conta bancária nos EUA?

– Se você está a pensar em se mudar para os Estados Unidos, seja paor trabalho, escola ou apenas para alcançar o “sonho americano”, nalgum momento vai precisar de abrir uma conta bancária. Infelizmente, abrir uma conta nos Estados Unidos é bastante difícil devido às leis rigorosas que impedem a lavagem de dinheiro. Mas com um pouco de preparação e também de paciência, você pode conseguir fazê-lo. Temos especialistas bancários prontos para ajudá-lo, durante todo o processo.

-Posso abrir uma conta bancária nos EUA online?

-Se você já mora nos Estados Unidos, pode abrir uma conta bancária diretamente nuuma agência e também online. Se você chegou recentemente ao país, a sua candidatura online pode ser rejeitada por dois motivo:

  • Primeiro, sendo novo no país, você terá automaticamente um histórico de crédito limitado. Tudo isso tornará difícil para o banco verificar a sua identidade, como um requisito legal.
  • Segundo, as categorias definidas pelo banco podem não ser adequadas ao seu perfil, dificultando o atendimento dos requisitos destas.

Se você se candidatar a abrir uma conta bancária pessoalmente, geralmente será mais fácil lidar com as dificuldades que possam surgir, à medida que você avança no processo. Além disso, é uma boa sugestão poder iniciar a relação com o banco pessoalmente, pois nunca saberá o que pode precisar no futuro próximo.

– Que documentos vou precisar?

– As regras e os regulamentos bancários podem variar muito de estado para estado nos EUA; portanto, os requisitos para abrir uma conta variam, dependendo de onde você vai viver.

É sempre melhor conversar com um representante de atendimento ao cliente, antes de marcar uma consulta para abrir a sua conta. Dessa forma, você terá uma ideia melhor e mais aproximada dos documentos e informações que precisará de fornecer, para que tudo corra bem. Mas, de um modo geral, os bancos provavelmente solicitarão os seguintes documentos:

 – Passaporte, bilhete de identidade ou carta de condução;

 – Número da Segurança Social;

 – Documentos comprovativos da sua morada física (endereço postal não é aceite);

– documentos de imigração.

Os passaportes e documentos de imigração são itens bastante fáceis de fornecer, mas, por exemplo, obter um comprovativo de morada e um número de Segurança Social será uma tarefa bem mais complicada.

O banco será responsável pelos documentos solicitados como comprovativo de morada. Os documentos normalmente necessários e solicitados podem incluir: um contrato de arrendamento, uma fatura da casa ou um extrato bancário (tanto a fatura quanto o extrato bancário devem ser recentes).

Se, por outro lado, é um estudante, também pode provar a sua morada, mostrando uma cópia do seu documento de inscrição na escola ou faculdade e fornecendo todos detalhes necessários. Para obter um número de Segurança Social, você vai precisar de preencher um formulário de inscrição. A menos que haja uma contrapartida, deverá receber o seu novo número de Segurança Social dentro de duas semanas.

Além disso, a sua nacionalidade também terá peso. Provavelmente será mais fácil abrir uma conta bancária nos EUA, se você for inglês, canadense, australiano ou morar na União Europeia.

 

Se você já mora nos Estados Unidos, pode abrir uma conta bancária em uma agência e online.

Prova da sua origem

– Depois da abertura de conta ser aceite, você vai precisar de fazer um depósito para ativar a sua conta bancária. Geralmente esse é um processo simples.

No entanto, dependendo do valor do depósito e do método de pagamento usado (por transferência bancária, por exemplo), pode ser solicitado que tenha de fornecer documentos adicionais para provar que o seu dinheiro não está relacionado a nenhuma atividade criminosa ou terrorista.

Todos os documento que você poder usar para comprovar a origem do seu dinheiro, incluindo declarações fiscais, folhas de pagamento e, no caso de investimentos ou outras receitas, um extrato da conta, podem ajudar e facilitar muito em todo o processo de aprovação.

-Posso abrir uma conta bancária no exterior ou online?

 – Muitos bancos internacionais estão presentes nos EUA e alguns bancos conhecidos processam um grande volume de transações. Se você é cliente de um desses bancos, eles podem ajudá-lo a abrir uma conta bancária antes de você chegar aos Estados Unidos. De fato, se o seu banco não tiver um escritório ou agência nos EUA, poderá ser útil se tiver um relacionamento bancário correspondente com um banco dos EUA.

Se você é cliente de um destes bancos, estes podem ajudá-lo a abrir uma conta bancária, antes de você chegar aos Estados Unidos. De facto, se o seu banco não tiver um escritório ou agência nos EUA, poderá ser útil se tiver um relacionamento bancário correspondente com um banco dos EUA.

O procedimento para abrir uma conta bancária remotamente varia de país para país; portanto, é melhor entrar em contacto com especialistas do Mundo Offshore e consultá-los acerca do seu caso específico. Isso vai-lhe dar uma ideia melhor de como é o processo e ques documentos você vai precisar de disponibilizar.

Muitos bancos também oferecem contas bancárias internacionais em dólares americanos. Como essas contas são oferecidas pelo seu próprio banco, as mesmas regras do país em que você abre essas contas serão aplicadas. Isso facilita muito a abertura, especialmente se você não é um residente ou está a acabar de chegar aos Estados Unidos. A maioria dos bancos permitirá que você abra uma conta bancária internacional online.

Infelizmente, as contas internacionais têm requisitos bastante rígidos, portanto, podem não ser a sua melhor opção. Pode ser necessário fazer um depósito inicial de mais de US$ 20.000 e de sempre manter os seus fundos a um determinado valor. Com esses requisitos, abrir e manter a conta pode ser bastante caro.

-Por que é importante ter uma conta com várias moedas?

-As contas bancárias tradicionais funcionam apenas num país. Estas podem guardar dinheiro em somente uma moeda, tornando-se muito caro tentar usá-las internacionalmente. As novas contas multimoeda da TransferWise podem ser uma solução para isso.

Atualmente, você pode enviar, receber e gerenciar o seu dinheiro internacionalmente, sem comissões exorbitantes ou taxas de câmbio ainda mais exorbitantes, pagando apenas uma pequena comissão, que será cobrada quando você converter o seu dinheiro de uma moeda para outra.

-Qual dos bancos atende melhor às minhas necessidades?

 -Como você pode imaginar, o setor bancário dos EUA é imenso. Existem milhares de bancos nos Estados Unidos, o que pode ser um pouco confuso ao escolher o que melhor se adapta às suas necessidades. No entanto, nós do Mundo Offshore vamos recomendar o banco que melhor se adapte ao seu caso e atenda às suas necessidades.

-Que custos e taxas posso esperar pagar?

-Há vários custos que precisa de levar em consideração, ao abrir uma conta bancária nos Estados Unidos.

Taxas mensais de manutenção de conta

A maioria dos bancos dos EUA cobra uma taxa mensal. No entanto, essa taxa pode ser evitada se pagar uma quantia mínima a cada mês ou se mantiver uma certa quantia na conta bancária, permanentemente.

Também é uma boa solução solicitar extratos e correio bancário sem papel, pois alguns bancos cobram uma taxa pelos custos de impressão e de correspondência.

 Taxas para levantamentos em caixas Multibanco e de agências

 A retirada de dinheiro de um caixa Multibanco é gratuita nos EUA, se você usar uma que pertença ao seu próprio banco.

 No entanto, será cobrado uma taxa pela retirada de dinheiro de um caixa que seja de outro banco. Alguns bancos oferecem um número limitado de levantamentos em caixas Multibanco por mês.

A boa notícia é que alguns bancos dos EUA não cobram taxas, quando você levanta dinheiro no exterior.

Deverá sempre levantar dinheiro na moeda local ao estar a levantar dinheiro para o exterior. Caso contrário, será penalizado por uma taxa de câmbio muito desfavorável. Por incrível que pareça, alguns bancos também cobram uma taxa pela retirada de dinheiro de uma agência. Se planeia visitar a sua agência regularmente, deverá abrir uma conta que não cobre esse tipo de taxas sempre que precisar de fazer levantamentos.

Taxas de encerramentos de conta antecipados

 Muitos bancos dos EUA exigem que você mantenha a sua conta aberta por pelo menos 90 dias, antes de a poder fechar. Se por ventura fechar a sua conta antes desse período, será cobrado $25 pelo seu encerramento antecipado.

Taxas na Transferência Internacional

Muitos bancos dos EUA cobram taxas altas pelo envio e pela receção de transferências internacionais. Vai também descobrir que a taxa de câmbio que os bancos oferecem não é muito favorável, o que tornará a sua transferência internacional ainda mais cara.

 De um modo geral, os bancos não oferecem os melhores termos para transferências internacionais. É sempre melhor tentar noutro lugar.

Em suma, descrevemos as culturas bancárias dos EUA, assuas  vantagens e os benefícios que terá em abrir uma conta bancária neste país. Fornecemos também informações sobre como um indivíduo pode abrir uma conta pessoal. No entanto, essas informações são gerais e os requisitos e taxas podem variar, de acordo com as circunstâncias.

É altamente recomendável que possa solicitar uma consulta com um profissional do setor bancário. Se você tiver alguma dúvida, em relação à informação presente, ou deseja obter mais informações, não hesite em nos contactar.

Comentários
WhatsApp chat