A economia da Sérvia em constante crescimento

0 27

As estatísticas recentes mostram o crescimento da economia da Sérvia. Apenas em julho, o tráfego de correspondências e mercadorias através do aeroporto de Belgrado cresceu em 50%, e nos primeiros seis meses de 2018, o volume do comércio transfronteiriço subiu 9,9% em euros e 23% em dólares.

Resultados recorde do aeroporto de Belgrado

O aeroporto Nikola Tesla, em Belgrado, estabelece recordes neste verão e já se tornou o mais bem-sucedido da história. De fato, para julho de 2018, passaram pelo aeroporto 670.354 passageiros, 6% mais do que em julho do ano anterior.

Além disso, o número de pousos e decolagens de aeronaves aumentou em 5%. Ao mesmo tempo, o crescimento no volume de correspondências e mercadorias enviadas a partir desse aeroporto, subiu em 50%, em comparação com o ano anterior.

Para os primeiros 7 meses de 2018, o aumento no número de passageiros foi de 7% ou mais de 200.000 pessoas. Quanto às correspondências e mercadorias, o aumento foi de 24% no mesmo período.

Belgrado está se transformando em um poderoso ponto de trânsito para os turistas e homens de negócios devido ao crescente consumo e aumento das exportações do país. Além disso, o volume do comércio internacional também mostra um crescimento constante este ano.

O crescimento do comércio internacional na Sérvia

Nos primeiros seis meses de 2018, o volume do comércio internacional na Sérvia foi de 18,56 bilhões de euros, de acordo com o Escritório de Estatística da Sérvia. Vale destacar que o aumento foi de 9,9% em comparação com o mesmo período de 2017 em euros e, observando o volume de transações em dólares, o aumento foi de 23% com um volume de 22,477 bilhões de dólares.

Aumentou também a exportação de bens e serviços da Sérvia em um valor de 8 bilhões de euros (9,725 bilhões de dólares), um aumento de 7,6% (20,4% em dólares), enquanto as importações alcançaram um volume de 10,527 bilhões de euros (12,752 bilhões de dólares) e um aumento de 11,7% (25% em dólares), em comparação com o mesmo período do ano anterior. Em outras palavras, a relação entre exportações e importações é de 76,3%, em vez de 79,2% do ano anterior.

Naturalmente, o maior volume de comércio se observa com países com os quais foi celebrado um acordo de livre comércio. Os países da União Europeia representam 64,7% do comércio internacional e, em segundo lugar, encontram-se os países do Acordo de Livre Comércio da Europa Central, com os quais o comércio cresceu em 1,123 bilhões de dólares. Principalmente devido à exportação de produtos de grãos e bebidas, ferro e aço, petróleo e derivados do petróleo, as exportações para este período subiram para 1,636 bilhões de dólares, e as importações para 512 milhões. A relação entre exportação e importação foi de 318,9%.

Só em julho de 2018, o crescimento das exportações foi de 9,3% em euros e 14% em dólares, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Além disso, as importações aumentaram em 11,7%, em euros e em 16,6% em dólares.

É importante ressaltar que o comércio varejista na Sérvia também continua crescendo. De fato, em junho de 2018 melhorou o desempenho em 4,7% e, durante seis meses, o aumento foi de 5,2%.


As exportações para este período subiram para 1,636 bilhões de dólares, e as importações para 512 milhões.

Sérvia, como centro de negócios

Em geral, estamos vendo um crescimento econômico na Sérvia em todos os indicadores principais. Isso é aproveitado não só por empresários locais, mas também por pessoas de negócios de todo o mundo. As corporações são transferidas para a produção na Sérvia, os fundos de investimento que investem dinheiro neste país e o Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento está pronto para abrir um banco em Belgrado. O referido banco considera que a Sérvia é um dos centros financeiros mais importantes da região.

Além disso, a Sérvia tem uma atitude amistosa para com os empresários estrangeiros, não impôs sanções contra a Rússia e concede a oportunidade de organizar rápida e confortavelmente um negócio local usando o registro de uma empresa sérvia ou uma filial de uma empresa estrangeira.

As empresas estrangeiras, até mesmo as offshore, podem abrir uma filial na Sérvia em apenas 3-4 dias úteis, e em apenas 3-5 dias os bancos sérvios abrem uma conta para uma filial de uma empresa offshore. Com documentos preparados corretamente e com a nossa ajuda, em apenas 2 semanas úteis você terá uma empresa e uma conta bancária europeia.

A Sérvia parece uma jurisdição rentável não só em termos de negócios, mas também na resolução de problemas pessoais. Você tem o pleno direito de se tornar residente e residente fiscal da Sérvia e, portanto, aproveitar as taxas de impostos favoráveis, sem a necessidade de informar sobre contas no exterior.

Para obter uma autorização de residência na Sérvia, você pode criar uma empresa sérvia ou comprar uma propriedade. O processo de formalização leva 1-2 meses. Será solicitado que você forneça uma cópia autenticada do seu passaporte, um certificado de antecedentes criminais, documentos que comprovem a presença de uma empresa ou de bens imóveis, a disponibilidade de fundos para hospedagem (recomenda-se depositar 1000 euros numa conta de um banco local), seguro médico, currículos, fotos.

Mais informações sobre cada uma das formas de obter uma autorização de residência na Sérvia:

Permissão de residência e residência fiscal na Sérvia através de investimentos imobiliários.

Permissão de residência e residência fiscal na Sérvia através do registro de uma empresa.

Se você tiver perguntas sobre a obtenção de uma autorização de residência na Sérvia, o registro de uma empresa sérvia, o registro de uma filial de uma empresa offshore ou sobre a possibilidade de abrir uma conta bancária corporativa ou pessoal neste país, entre em contato com os especialistas da Mundo Offshore.

Entre nossos especialistas, você vai encontrar profissionais que poderão ajudar diretamente em tudo o que diz respeito à abertura de empresas e contas bancárias na Sérvia.

Comentários
WhatsApp chat